segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Villas-Boas deixa jogadores furiosos

André Villas-Boas teve mais um tumulto ao comando do Chelsea. O técnico português cancelou o dia de folga após o desaire com o Everton (2-0), algo que não agradou a vários jogadores dos blues, segundo noticia o "Daily Mail".
Villas-Boas está sob pressão do proprietário do clube, Roman Abramovich, que não acredita que os jogadores consigam entender a mensagem passada pelo português. O milionário russo equaciona mesmo demitir o treinador, de 34 anos, antes da partida com o Nápoles para a Champions (dia 21, às 19 e 45) ainda que não tenha uma solução imediata em carteira.
Guus Hidink surge como "salva-vidas", tal como aconteceu na temporada 2008-2009, quando o técnico holandês aceitou orientar os blues por alguns meses ao mesmo tempo que era selecionador da Turquia.
De acordo com a mesma publicação, o técnico português está ciente de que caso fique fora dos quatro primeiros lugares - que dão acesso à Liga dos Campeões na próxima época - o seu trajeto em Stamford Bridge terá chegado ao fim.

Fonte: Record

Sem comentários:

Enviar um comentário